Notícias

Médico da UPA de Brumadinho avança veículo contra manifestantes; assista ao vídeo 

Por Redação, 11/09/2019 às 12:32
atualizado em: 11/09/2019 às 16:13

Texto:

Durante um protesto contra o aumento do valor das passagens no transporte coletivo de Brumadinho na manhã desta quarta-feira, um médico avançou o veículo que dirigia contra os manifestantes. Um dos participantes do movimento gravou o ato do profissional da saúde, que chegou a ser conduzido pela Polícia Militar (PM) para a delegacia. 

Nas imagens divulgadas em uma rede social, é possível ver o médico Ronaldo Miranda Batista Junior, que dirigia uma caminhonete, acelerando o veículo em direção aos manifestantes. 

Conforme a prefeitura de Brumadinho, o médico não é servidor efetivo, mas contratado como terceiro clínico plantonista da Unidade de Pronto Atendimento (UPA). O Executivo municipal também informou que vai solicitar que o médico não atenda mais unidades na cidade.

O protesto

A manifestação dos moradores de Brumadinho é contra o aumento de 18% no preço dos ônibus circulares na cidade que passa a valer a partir da próxima sexta-feira (13). Com o reajuste, a tarifa mais barata (linhas Pires, Salgado Filho e Conceição de Itagua) aumentará de R$ 2,40 para R$ 2,83. Enquanto as mais caras (destinos Toca, Mato Dentro, Eixo Quebrado, Palhano, Piedade, São José, Casinha e Suzana) saltarão de R$ 5,25 para R$ 6,20.

Em nota, a prefeitura de Brumadinho diz que não tem autonomia para definir o valor do aumento do transporte coletivo e que o reajuste pedido inicial era de 92%, o que elevaria algumas passagens para acima de R$ 10. Na cidade, a empresa Saritur é a responsável pelo transporte público. 

Conforme o divulgado, a competência de definir reajustes nas passagens é do Conselho Municipal de Transporte, que é formado por representantes da Polícia Militar, usuários do transporte coletivo, servidores públicos, taxistas, representantes de autoescolas, da empresa concessionária e do Clube dos Dirigentes Lojistas.

A prefeitura também diz que havia solicitado que nenhum aumento fosse discutido até dezembro de 2020. No entanto, ressaltou que o último reajuste ocorreu em janeiro de 2016 e que o transporte público em Brumadinho é um dos mais baratos da região.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'O projeto introduz dispositivos claros e objetivos, com penalidade para aqueles que prestarem informações falsas ou deixarem de executar as medidas compensatórias', defend...

    Acessar Link