Notícias

Elias aciona Galo na Justiça de novo pedindo R$ 1,2 milhão por direitos de imagem atrasados

Para receber, volante ainda exige a penhora de valores que clube tem a receber da cota de TV

Por Redação, 01/07/2020 às 17:59
atualizado em: 01/07/2020 às 19:10

Texto:

Foto: Bruno Cantini/Atlético
Bruno Cantini/Atlético

RESUMO

  • Jogador exige o pagamento de mais R$ 1.286.707,44 por direitos de imagem, além de multa e juros pelos atrasados
  • Em maio, Elias entrou com processo pedindo R$ 2,7 milhões em maio por atrasos salariais e multas rescisórias
  • De acordo com a defesa de Elias, o Atlético deixou de pagar as cinco últimas parcelas dos direitos de imagem
  • Além disso, o clube alvinegro teria atrasado em mais de 45 dias no pagamento de outras sete parcelas
  • No mesmo pedido, Elias pede a penhora de valores que o Atlético tem a receber da cota dos direitos de transmissão de TV


O volante Elias entrou na Justiça novamente contra o Atlético. Após pedir R$ 2,7 milhões em maio por atrasos salariais e multas rescisórias, agora o jogador exige o pagamento de mais R$ 1.286.707,44 por direitos de imagem, além de multa e juros pelos atrasados.

Elias entrou com a ação como Pessoa Jurídica (E7 Assessoria Esportiva) no dia 12 de junho na 15ª Vara Cível de Belo Horizonte. A informação foi divulgada pelo jornal O Tempo e confirmada pela Itatiaia, que obteve acesso ao processo.

Pelo acordo firmado com Elias, a partir de março de 2017, o Galo deveria pagar R$ 167.000,00 brutos por direitos de imagem em 12 parcelas mensais. A partir de março de 2018, o valor subia para R$ 200.327,00 por mês durante dois anos.

De acordo com a defesa de Elias, o Atlético deixou de pagar as cinco últimas parcelas dos direitos de imagem que venceram em 20/10/2019, 20/11/2019, 20/12/2019, 20/01/2020 e 20/02/2020, que totalizam R$ 1.001.635,00.

Além disso, o clube alvinegro teria atrasado em mais de 45 dias no pagamento de outras sete parcelas (de 20/03/2019 a 20/09/2019) e quitado algumas outras com valores menores do que o acordado em contrato.

Para se chegar ao valor total de R$ 1.286.707,44, a defesa de Elias acrescentou o valor devido a multa contratual de 3% sobre cada parcela vencida e não paga dentro do prazo de 45 dias, os juros de mora de 1% ao mês, além de correção monetária.

Penhora das cotas de TV

No mesmo pedido, com a intenção de ter a garantia de recebimento do dinheiro, a defesa de Elias pede a penhora de valores que o Atlético tem a receber da cota dos direitos de transmissão de TV (aberta, fechada, pay-per-view e internet). O jogador ressalta ainda que pode ser expedido um ofício à TV Globo para retenção dos valores.

O jogador pede que o valor seja depositado em três dias “com a devida atualização monetária, que deverá ser acrescida das custas e dos honorários de 10%, sob pena de, não o fazendo, ter de imediato tantos bens penhorados quanto bastem para a garantia da dívida, conforme os artigos 829 e 831 do Código de Processo Civil”.

Elias defendeu o Atlético até dezembro de 2019. O volante tinha contrato até o fim de janeiro deste ano com o Galo, mas não teve o vínculo renovado. O jogador não se reapresentou na Cidade do Galo para a pré-temporada, a pedido da direção do clube, e chegou a tentar uma negociação dos valores atrasados com a diretoria, que discordou das exigências do atleta. Assim, o camisa 7 ingressou na Justiça.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    As informações sobre a semana e os eventos serão transmitidos nas redes sociais do ministério e da Secretaria Nacional da Juventude.#Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽️Técnico do América não poupou críticas à atuação do juiz Felipe Fernandes de Lima no clássico contra o Atlético. #itatiaia

    Acessar Link