Notícias

Após acabar com jejum, Di Santo valoriza empate do Atlético: 'Toda a equipe lutou'

Por Redação/Agência Estado, 16/11/2019 às 22:18

Texto:

Foto: Bruno Cantini / Atlético
Bruno Cantini / Atlético

O Atlético arrancou um empate por 1 a 1 diante do Fluminense, neste sábado, no Maracanã, com um gol aos 43 minutos da etapa complementar marcado por Di Santo. O jogador quebrou um jejum de sete jogos sem balançar as redes e valorizou o ponto conquistado longe de Belo Horizonte.

"No primeiro tempo eles foram melhores. No segundo tempo saímos para o jogo. Sempre é importante marcar, sempre é importante ajudar a equipe correndo, fazendo gols. Toda a equipe lutou", falou o atleta após o apito final.

A última vez que Di Santo havia balançado as redes foi na derrota por 4 a 1 para o Grêmio, no Independência. O argentino marcou o gol de honra do Galo em cobrança de pênalti.

O atacante Luan também fez uma análise do desempenho do Atlético na partida e afirmou que o Fluminense foi melhor apenas em 20 minutos do duelo. Ele também se mostrou feliz com o gol marcado por Di Santo.

"Acho que valeu pela entrega, pelo final. O Di Santo estava merecendo este gol há um tempo. E o (Vagner) Mancini foi bem nas substituições. Foi um jogo de 20 minutos do Fluminense. Eles ainda têm o jogo do Diniz, eu trabalhei com ele. Ele consegue dar essa força ao time, a atletas muitas vezes desacreditados. Durante os primeiros 20 minutos, o Fluminense foi melhor, fizeram o gol em erro nosso. Mas no segundo tempo só deu o Galo", destacou Luan.

O ponto conquistado fora de casa manteve a "gordura" na luta contra o rebaixamento. O Atlético tem 41 pontos, contra 35 do arquirrival Cruzeiro, que entrou na degola. De quebra, viu a diferença de seis pontos para o Fluminense permanecer.

"Resultado justo, óbvio que o nosso time fez um gol no fim e crescemos. A equipe deles parece ter sentido o emocional. Mas foi justo. Fluminense gosta de jogar, principalmente no Maracanã Agora é descansar e enfrentar o Athletico-PR em casa e somar os três pontos", finalizou Vinícius.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    "A família me procurou no início do mês, estava preocupada por ele estar sem advogado", explicou o advogado #itatiaia

    Acessar Link