Notícias

Abrindo o Jogo: secretário revela contrato de R$ 125 mi que virou de pouco mais de R$ 1 mi em Minas

Por Redação, 20/01/2020 às 10:13
atualizado em: 20/01/2020 às 15:37

Texto:

Foto: Itatiaia
Itatiaia

O secretário de Estado de Planejamento e Gestão de Minas, Otto Levy, revelou em entrevista ao podcast Abrindo o Jogo, produzido pela repórter Edilene Lopes, que o estado economizou R$ 5 bilhões no primeiro ano do governador Romeu Zema (Novo).

Dentre as medidas estão a devolução de 3 mil carros alugados – a ideia é, até 2021, deixar de usar os veículos locados –, a demissão de garçons e ascensoristas e a revisão de contratos. Um deles, um de TI que custava R$ 125 milhões e, após revisão, foi substituído por outro de pouco mais de R$ 1 milhão. A licitação anterior é alvo de investigação da Controladoria-Geral do Estado. O governo elabora uma desmobilização de ativos e mapeia imóveis para vender.

Apesar da redução, o governo não conseguiu pagar o 13º salário e nem voltar a quitar em dia os vencimentos dos servidores. Além da operação do nióbio, que ainda não aconteceu, o governo tem expectativa de receber, recurso do governo federal referente à Lei Kandir, que, segundo o secretário, se for extinta pode trazer benefício aos cofres do estado, já que ele vê espaço para cobrança de Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na mineração, por exemplo.

O secretário ainda fala sobre a decisão de deixar a família e o cargo de executivo no exterior.

Ouça o podcast completo!

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'O projeto introduz dispositivos claros e objetivos, com penalidade para aqueles que prestarem informações falsas ou deixarem de executar as medidas compensatórias', defend...

    Acessar Link