Política em Minas - Agora

Coluna da Política em Minas - Agora

Veja todas as colunas

18 de outubro de 2019

18/10/2019 às 09:43

Cinegrafista que virou chefe do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico é exonerado - 10h

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em Minas (Iphan), que cuida do patrimônio histórico brasileiro, volta a passar por mudanças duas semanas após um cinegrafista assumir a superintendência no último dia 11. 
Jeyson Dias Cabral da Silva, de 41 anos, era funcionário da Câmara Municipal de Juiz de Fora e disse que a saída dele foi tomada por motivos pessoais.

Ele – que foi indicado pelo deputado federal Charlles Evangelista, do PSL de Minas ao Ministério da Cidadania – substituiu a museóloga, Célia Corsino, que tem mais de 30 anos de carreira na proteção de patrimônio.

A troca no comando do Iphan em Minas gerou polêmica no estado e protesto de prefeitos de cidades históricas e autoridades ligadas à área.

O órgão informou que, como a saída de Jayson, a superintendente substituta é a servidora de carreira Daniela Fagundes.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    💡 BOA NOTÍCIA! Atualmente, mais de cem laboratórios ao redor do mundo estão se esforçando para criar uma vacina contra o novo coronavírus. Dez chegaram à fase de testes clín...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Comerciantes de shoppings comemoram a decisão do governo de Minas após serem incluídos em todas as ondas de flexibilização do comércio no estado #itatiaia

    Acessar Link