Notícias

Secretário fala em encontro com empresários mineiros sobre objetivos de enxugar Estado

Por Redação, 14/06/2019 às 14:35
atualizado em: 14/06/2019 às 15:52

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Alesp/Divulgação
Alesp/Divulgação

O secretário de Desestatização do Ministério da Economia, Salim Mattar, participou na manhã desta sexta-feira dos 10 anos do Conexão Empresarial, um encontro com empresários mineiros, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Ele criticou a desidratação da reforma da Previdência, cuja economia prevista foi diminuída de R$ 1 trilhão para R$ 850 milhões, defendeu investimentos em infraestrutura pela iniciativa privada e declarou que os bancos públicos precisam ser reduzidos e não devem mais emprestar dinheiro a grandes empresas, já que elas conseguem isso de outras formas.

Salim afirmou que não haverá concurso público federal nos próximos anos e que os cerca de 35% dos funcionários públicos que se aposentarão neste período serão substituídos por digitalização de processos. Ele também defendeu a digitalização de estatais e a privatização de pelo menos dois terços das 184.

Incubido de vender as empresas do governo, comemorou. “Isso soa como música para os meus ouvidos. Me deram a responsabilidade de vender estatal e eu adoro fazer isso”, disse.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link