Notícias

Najila volta a acusar Neymar por divulgação de imagens: 'É um crime óbvio que ele cometeu'

Por Agência Estado, 11/09/2019 às 21:19
atualizado em: 11/09/2019 às 21:37

Texto:

A modelo Najila Trindade compareceu à Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) do Rio de Janeiro, na tarde desta quarta-feira, para prestar depoimento sobre um inquérito em que o jogador Neymar é acusado de divulgar imagens íntimas dela na internet.

A divulgação ocorreu em 1º de junho, um dia depois que Najila denunciou Neymar à Polícia Civil de São Paulo acusando o jogador de tê-la estuprado, em um hotel em Paris, em 15 de maio. O vídeo em que Neymar se defende inclui imagens íntimas da modelo e foi publicado enquanto o atleta estava em Teresópolis, na Região Serrana do Rio, treinando com a seleção brasileira para a Copa América. Por isso coube à Polícia Civil do Rio investigar esse suposto crime.

A acusação a Neymar por estupro foi arquivada pela Polícia Civil de São Paulo, que na terça-feira indiciou Najila por denunciação caluniosa, extorsão e fraude processual.

O inquérito sobre a divulgação de imagens íntimas prossegue. Najila chegou à delegacia, na Cidade da Polícia, no Jacarezinho (zona norte do Rio), às 14h15 e ficou até as 15h. No depoimento, ela respondeu a quatro perguntas: se era ela a pessoa que figura nas fotos divulgadas por Neymar; se ela autorizou que as imagens e as conversas fossem divulgadas por outra pessoa; se a pessoa que manteve a conversa divulgada por Neymar era ela; e como ficou sabendo do vazamento dos diálogos.

Ao sair, Najila afirmou que sua vida está "devastada": "Já conseguiram provar que eu não fui violentada nem nada, mas não conseguiram indiciar ele por esse crime que ele fez. Ele está trabalhando igual no futebol: driblando e caindo", ironizou. "É um crime óbvio que ele cometeu na frente de todos, esse crime de exposição, para me humilhar. Eu não autorizei nada e jamais imaginei que ele (Neymar) fosse capaz de fazer isso", concluiu.

NEYMAR - Em depoimento prestado em 6 de junho à mesma DRCI, Neymar afirmou que um integrante de sua assessoria e um técnico em informática foram os responsáveis por divulgar as imagens da modelo. O jogador teria gravado um depoimento, mas não teria feito a edição que inclui imagens íntimas de Najila. Neymar admitiu ter liberado o teor da conversa para que sua equipe usasse no vídeo, mas disse ter orientado seus auxiliares a preservar as partes íntimas da mulher.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link