Notícias

Menos de 44% do que a Caixa Econômica arrecada com a Mega-Sena vai para o prêmio

Por Agência Estado , 18/09/2019 às 07:32
atualizado em: 18/09/2019 às 12:09

Texto:

Foto: Rômulo Ávila/Itatiaia
Rômulo Ávila/Itatiaia

A Caixa Econômica Federal vai sortear na noite desta quarta-feira (18) um prêmio de R$ 120 milhões da Mega-Sena, que está acumulada há 12 concursos. O ganhador receberá o prêmio já livre de impostos. Se todo o valor for depositado na caderneta de poupança, será possível receber rendimento de R$ 408 mil por mês.

Apesar de alto, este prêmio da Mega-Sena corresponde a apenas uma parcela da arrecadação feita pela Caixa nos concursos anteriores, que acumularam, e no atual. Pelas regras em vigor, somente 43,79% do que é arrecadado forma o chamado "prêmio bruto" da Mega-Sena. Outros 19,13% vão para despesas de custeio e manutenção de lotéricas.

O restante é repassado ao governo federal, que usa os recursos para ajudar a bancar uma série de despesas sociais, e a entidades setoriais.

Do total arrecadado, 17,32% vai para a Seguridade Social e 6,80% para o Fundo de Segurança Pública. Outros 3% vão para o Fundo Penitenciário e 2,49% para o Ministério do Esporte. Já o Fundo Nacional de Cultura recebe 2,91%.

Parte dos recursos também é repassada para o Comitê Olímpico Brasileiro (1,73%), às secretarias de Esportes dos Estados (1%), ao Comitê Paraolímpico Brasileiro (0,96%), ao Comitê Brasileiro de Clubes (0,50%), à Confederação Brasileira do Desporto Escolar (0,22%), à Confederação Brasileira do Desporto Universitário (0 11%) e à Confederação Nacional dos Clubes (0,04%).

Apostas

Uma aposta simples na Mega-Sena, de seis números, custa R$ 3,50 nas lotéricas. Se apenas uma pessoa ganhar o prêmio de R$ 120 milhões com um jogo simples, isso representará uma valorização de 3.428.571.329% do investimento inicial.

Pela internet, no site da Caixa, também é possível realizar apostas.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link