Unimed Ago-Set Maxi Internas CPM

Notícias

Juiz decreta prisão preventiva de atirador de Paracatu, na região Noroeste de Minas

Por Com informações do TJMG, 27/05/2019 às 16:15
atualizado em: 27/05/2019 às 16:23

Texto:

O juiz José Rubens Borges Matos, da Vara de Feitos Criminais e da Infância e da Juventude de Paracatu, converteu, na última sexta-feira (24) a prisão em flagrante de Rudson Aragão Guimarães em preventiva. Ele é apontado como o responsável pela morte de quatro pessoas, em Paracatu, na região Noroeste de Minas. A decisão foi publicada nesta segunda-feira pelo Tribunal de Justiça.

O magistrado afirmou que há indícios de que o homem, na última terça-feira (21) matou a golpes de canivete a ex-namorada, de 59 anos, durante um grupo de oração, e mais três pessoas, a tiros, no meio de um culto, dentro da Igreja Batista Shalom.

A intenção do acusado, de acordo com investigações da Polícia Militar, era agredir o pastor da denominação, com quem ele teve desentendimentos. No entanto, o homem fugiu do local no momento da invasão.

O acusado foi ferido depois de atirar numa refém durante as negociações com os policiais, que pretendiam que ele se rendesse e abandonasse o templo. Ele deixou o hospital, onde estava sob escolta, e foi levado para o Complexo Penitenciário Nossa Senhora do Carmo, em Carmo do Paranaíba.

O juiz José Rubens Matos afirmou que a materialidade da infração penal ficou configurada pelo auto de prisão em flagrante delito e há indícios suficientes de autoria. “A periculosidade concreta do flagranteado impõe a manutenção do cárcere como medida de salvaguardar a ordem pública”, declarou.

De acordo com o juiz, pesaram para a decisão a necessidade da instrução criminal, pois a resposta do acusado aos agentes policiais, a análise dos seus antecedentes e a execução dos crimes indicam que ele poderia voltar a delinquir, bem como o fato de seu principal alvo ter escapado.

Outros fatores importantes foram a repercussão do delito, que gerou comoção nacional, e sua natureza gravíssima, que impõe cautela do meio social. Segundo o magistrado, os quatro homicídios justificam a decretação da prisão cautelar, “exigindo uma resposta enérgica por parte do Poder Judiciário”.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Bolsonaro provoca presidente da OAB: 'Posso contar como o pai dele desapareceu' https://t.co/VL1QAuI1sI https://t.co/uO2itrIBJh

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Duas pessoas que moravam no terceiro andar deste prédio conseguiram sair antes de as chamas consumirem o local

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Presidente fez um pronunciamento em rede nacional de rádio e televisão nesta sexta-feira sobre as queimadas na Floresta Amazônica

    Acessar Link