Notícias

Especialista condena cerveja nos estádios e explica efeitos do álcool em torcedores

Por Redação , 14/11/2019 às 11:17
atualizado em: 14/11/2019 às 12:57

Texto:


Após as confusões no clássico do último domingo (10), no Mineirão, a venda de cervejas em estádios virou tema central da discussão envolvendo o comportamento dos torcedores. Em entrevista exclusiva à Rádio Itatiaia, o prefeito de Belo Horizonte e ex-presidente do Atlético, Alexandre Kalil, disse ser contrário ao consumo de álcool dentro das arenas. 

Uma enquete promovida pela Itatiaia no Twitter colheu a opinião dos internautas sobre a bebida contribuir para o aumento da violência física e verbal nos jogos. Quase a metade (49%) alegou que sim. Outros 28% disseram que não e 23% pensam que “não muda nada”. 

O médico psiquiatra e homeopata Aloísio Andrade, que é contra o consumo de cerveja nos estádios, explica que o álcool quando ingerido em doses superiores às ideais “faz com que o sistema nervoso central diminua as defesas contra as manifestações de instintos”. Um desses comportamentos é o de defesa, representado pela agressividade. 

Na avaliação do especialista, durante os jogos, os torcedores experimentam emoções intensas de alegrias e tristezas que produzem uma “química pessoal”. Ela, inclusive, é capaz de neutralizar, com o tempo, a ação do álcool. “Mas quando você continua bebendo e, ao mesmo tempo, produzindo uma química que não te deixa perceber o quanto você está alterado, é uma bomba relógio que, seguramente, tem risco de explodir”. 

Leia também: Zezé Perrella defende torcida única no clássico, mas não vê decisão como definitiva
Mineirão rescinde contrato com dono de camarote após briga generalizada no clássico

Influência de grupo 

Outro ponto abordado pelo médico é quanto à capacidade de influência que o comportamento individual pode ter em determinado grupo. “Naquele comportamento coletivo, violento e de alguma forma preconceituoso ou violento, você entra na onda”. 

Aloísio também ressalta que a bebida não é capaz de criar novos valores, mas apenas liberar os comportamentos já existentes no indivíduo. 

Atualmente, a venda de cervejas nos estádios nos jogos nos estádios mineiros é feita até o intervalo e a bebida não pode ser consumida nas arquibancadas. Tramita um projeto na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) que prevê a liberação do comércio durante todo o jogo.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link