Notícias

Em 1º treino após grupo ficar completo, Tite não dá pistas de escalação do Brasil

Por Agência Estado, 12/11/2019 às 16:37
atualizado em: 12/11/2019 às 16:38

Texto:

Foto: Lucas Figueiredo/CBF
Lucas Figueiredo/CBF

No segundo treino realizado pela seleção brasileira nesta semana, sendo o primeiro após o grupo de convocados ficar completo em Abu Dabi, nos Emirados Árabes, o técnico Tite não deu pistas nesta terça-feira em relação aos titulares que ele poderá escalar contra a Argentina no amistoso da próxima sexta, às 14 horas (de Brasília), em Riad, na Arábia Saudita.

O comandante separou dois grupos com dez jogadores em cada um, mas não indicou prováveis escalações, até porque estas equipes não contaram com goleiros e não tiveram uma divisão entre titulares e reservas. Um time, usando colete, contou com Emerson, Militão, Thiago Silva, Alex Sandro, Casemiro, Coutinho, Gabriel Jesus, Willian e Wesley. Já o outro, sem colete, teve Danilo, Marquinhos, Felipe, Renan Lodi, Fabinho, Lucas Paquetá, Richarlison, Rodrygo e Roberto Firmino.

O único que não treinou no campo nesta terça foi o volante Douglas Luiz, que realizou apenas um trabalho regenerativo, tendo em vista o fato de que precisava ser poupado por causa de desgaste físico. No gramado, os auxiliares técnicos Cléber Xavier e Matheus Bachi, filho de Tite, dirigiram o treino tático em campo reduzido, enquanto o treinador da seleção observou de longe a atividade.

Após enfrentar os argentinos, a seleção brasileira terá pela frente a Coreia do Sul, na próxima terça-feira, em Abu Dabi, nos Emirados Árabes. E estes dois próximos amistosos do Brasil serão os últimos compromissos da equipe nacional antes do início das Eliminatórias para a Copa do Mundo, que começam em março do ano que vem.

Para estes duelos contra argentinos e sul-coreanos, a principal baixa do Brasil será Neymar, do Paris Saint-Germain, que ainda se recupera de uma lesão grau 2 na coxa esquerda, sofrida justamente em um amistoso da seleção, contra a Nigéria. Isso abriu espaço para Tite apostar em nomes como Rodrygo, que vem brilhando com a camisa do Real Madrid, e David Neres, do Ajax, que depois acabou sendo cortado por lesão e deu lugar a outro jovem atacante: Wesley, do Aston Villa, da Inglaterra.

Contra a Argentina, o Brasil vai tentar encerrar um jejum de vitórias que começou após a conquista do título da Copa América, em julho. Depois da competição, a seleção empatou por 2 a 2 com a Colômbia, em Miami, e foi derrotado por 1 a 0 pelo Peru, em Los Angeles, em dois confrontos nos Estados Unidos. Em seguida, a equipe nacional acumulou duas igualdades por 1 a 1, com Senegal e Nigéria, em amistosos realizados em Cingapura.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link